1 mês atrás 9

Juventude descarta treinar e jogar como mandante fora do Rio Grande do Sul

ANUNCIE AQUI!

O Juventude descarta deixar o Rio Grande do Sul para treinar e realizar seus jogos como mandante. A informação foi confirmada pelo presidente do clube, Fabio Pizzamiglio. As enchentes e deslizamentos no Rio Grande do Sul obrigaram Grêmio a definir treinos e jogos fora do Estado. O Inter ainda não confirmou seu destino, mas deve ter a mesma conduta. Enquanto isso, o Juventude vai no sentido contrário e quer seguir atuando em Caxias do Sul. Diferente da dupla Gre-Nal, o clube da serra não teve o estádio Alfredo Jaconi ou seu CT afetados pela condição climática.

Continue sua leitura, escolha seu plano agora!

O Juventude descarta deixar o Rio Grande do Sul para treinar e realizar seus jogos como mandante. A informação foi confirmada pelo presidente do clube, Fabio Pizzamiglio. As enchentes e deslizamentos no Rio Grande do Sul obrigaram Grêmio a definir treinos e jogos fora do Estado. O Inter ainda não confirmou seu destino, mas deve ter a mesma conduta. Enquanto isso, o Juventude vai no sentido contrário e quer seguir atuando em Caxias do Sul. Diferente da dupla Gre-Nal, o clube da serra não teve o estádio Alfredo Jaconi ou seu CT afetados pela condição climática.

"Não cogitamos, jamais faríamos isso, pois não estamos pensando só no próprio umbigo. Seria como tirar uma pessoa próxima da sua família, com toda a família passando por dificuldade e sofrendo. Não faria isso com um funcionário da minha empresa, e o clube pensa desta maneira", disse Fabio Pizzamiglio, presidente do Juventude.

Ao mesmo tempo, o Ju reconhece que terá um problema de logística. Ainda que o aeroporto de Caxias do Sul funcione regularmente e tenha ampliado suas opções de voos para suportar o fechamento da capital, o local costuma sofrer com neblina, que impossibilita pousos e decolagens.

"Se o aeroporto de Caxias estiver fechado, a opção seria apenas Florianópolis. Isso torna quase impossível fazer uma logística de campeonato, pois um clube que joga a cada dois ou três dias, não conseguiria voltar a Caxias, ele normalmente sairia de Porto Alegre, que está fechado", completou. O primeiro jogo do Juventude após a retomada do Brasileirão está previsto para o dia 1º de junho, contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulsita.

Folhapress

Leia o artigo inteiro

Do Twitter