1 mês atrás 424

Missão gaúcha busca abrir portas no mercado internacional e novas parcerias

ANUNCIE AQUI!

Começa nesta sexta-feira (12) a viagem da missão do governo gaúcho na Itália e Alemanha para divulgar as oportunidades que o Rio Grande do Sul apresenta para investidores estrangeiros, além de estreitar os laços culturais com essas nações. Liderada pelo governador Eduardo Leite, a comitiva passará por cidades como Verona, Roma, Hamburgo, Mainz e Hannover. A viagem também é motivada pelos 200 anos de imigração germânica no Estado, que serão celebrados em 2024, e pelos 150 anos da chegada dos italianos, que serão completados em 2025.

Continue sua leitura, escolha seu plano agora!

Começa nesta sexta-feira (12) a viagem da missão do governo gaúcho na Itália e Alemanha para divulgar as oportunidades que o Rio Grande do Sul apresenta para investidores estrangeiros, além de estreitar os laços culturais com essas nações. Liderada pelo governador Eduardo Leite, a comitiva passará por cidades como Verona, Roma, Hamburgo, Mainz e Hannover. A viagem também é motivada pelos 200 anos de imigração germânica no Estado, que serão celebrados em 2024, e pelos 150 anos da chegada dos italianos, que serão completados em 2025.

"Uma missão internacional é sempre uma oportunidade para abrirmos as portas do Rio Grande do Sul para investimentos”, enfatiza o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos. Ele acrescenta que, em um mundo globalizado, quem não se apresenta não é lembrado no momento de decisões sobre novos negócios. “Temos muitos atrativos e mão de obra qualificada”, frisa Lemos.

Esse cenário, de acordo com o secretário, será destacado pelo governador em cada reunião e na feira industrial de Hannover, na Alemanha, quando a viagem será encerrada. A volta da delegação gaúcha está prevista para ocorrer no dia 22 de abril, com chegada em Porto Alegre marcada para o dia seguinte.
Até lá, a expectativa do governo estadual é consolidar bons contatos na Europa. "Essas missões internacionais são muito importantes para demonstrar que, em relação às parcerias e concessões, o Brasil vai além de São Paulo”, frisa o secretário estadual de Parcerias e Concessões, Pedro Maciel Capeluppi.

Segundo ele, os investidores, ao terem conhecimento da carteira de Parcerias Público-Privadas (PPPs) do governo gaúcho, ficam impressionados com a quantidade e a qualidade dos projetos no Rio Grande do Sul. “Nossas privatizações e concessões realizadas tem investimentos projetados de R$ 45 bilhões. Nossa carteira futura gira em torno de R$ 11 bilhões”, diz Capeluppi.

Ele adianta que serão apresentadas nessa ida à Europa PPPs do governo nas áreas de infraestrutura, educação e saúde. Também terá destaque na viagem o setor de energia eólica. Em Hamburgo, a delegação gaúcha terá um encontro com representantes da empresa Nordex, uma das principais companhias mundiais desse segmento.

De acordo com o diretor do Sindicato das Indústrias de Energias Renováveis do Rio Grande do Sul (Sindienergia-RS), Guilherme Sari, a expectativa com a reunião com os executivos do grupo, além do anúncio de uma planta de torres de concreto utilizadas para a geração eólica, é de confirmar uma unidade industrial da Nordex no Rio Grande do Sul. A companhia está há mais de uma década presente no Brasil, com fábricas de torres no Rio Grande do Norte e na Bahia. Nesse período, entregou cerca de 1 mil estruturas dessa natureza.

Roteiro da missão Itália-Alemanha

Itália

Vinitaly
Governo do Vêneto
Sace
Simest
Intesa San Paolo
FAO
Ítalo
Papa Francisco

Vinitaly:
Local: Verona
O que é: uma das principais feiras do setor no mundo. Mesmos promotores da feira Wines South America, que ocorre anualmente em Bento Gonçalves.
Origem da agenda: convite dos promotores e do governador do Vêneto.
Motivo: promoção do setor vitivinícola e do enoturismo associado. Estado do RS contará com estande apoiado pela Sedec, Setur e Seapi.

Governo do Vêneto:
Local: Verona
O que é: região do Vêneto é uma das principais origens dos imigrantes italianos que vieram para o RS no século XIX. Possui acordo de irmanamento com o RS.
Origem da agenda: convite do presidente da região do Vêneto.
Motivo: buscar oportunidades de cooperação decorrentes do relacionamento entre estado do RS e Região do Vêneto. Convidar presidente da região para visitar o RS em 2025, por ocasião dos 150 anos da imigração italiana para o RS.

Sace:
Local: Roma
O que é: agência Pública italiana do setor financeiro. Apoia projetos de expansão (internacionalização) de empresas italianas no exterior.
Origem da agenda: Embaixada do Brasil em Roma.
Motivo: divulgar o estado do RS como destino para investimentos italianos no Brasil.

Simest:
Local: Roma
O que é: agência público privada italiana do setor financeiro. Apoia projetos de expansão (internacionalização) de empresas italianas no exterior.
Origem da agenda: Embaixada do Brasil em Roma.
Motivo: divulgar o estado do RS como destino para investimentos italianos no
Brasil.

Intesa San Paolo:
Local: Roma
O que é: um dos maiores bancos privados da Itália. Apoia projetos de internacionalização de empresas italianas. Possui escritório em SP.
Origem da agenda: Demanda do governo do RS.
Motivo: divulgar o estado do RS como destino para investimentos italianos no Brasil.

FAO:
Local: Roma
O que é: Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura
Origem da agenda: demanda do governo do RS.
Motivo: discutir oportunidades de cooperação para transformação de sistemas agroalimentares, buscando ampliação de produtividade com redução de impactos ambientais e sociais (segurança alimentar com produção irrigada sustentável).

Ítalo:
Local: Roma
O que é: operador ferroviário de trens de alta velocidade.
Origem da agenda: demanda do governo do RS.
Motivo: divulgar o estado do RS como destino para investimentos italianos no Brasil e discutir oportunidades para o desenvolvimento do setor no estado do RS.

Papa Francisco:
Local: Vaticano
Origem da agenda: demanda do governo do RS.
Motivo: convidar Papa Francisco para visitar o RS em 2026, por ocasião dos 400 anos das Missões Jesuíticas.

Alemanha

Governo de Hessen
Governo de Rheinland-Pfalz
Governo de Saarland (em avaliação)
Stihl
Fraport
Nordex
Feira Industrial de Hannover

Governos de Hessen, Rheinlandpfalz e Saarland:
Locais: Wiesbaden, Mainz e Saarbücken
O que são: regiões da Alemanha das quais grande parte dos imigrantes
germânicos que chegaram no RS a partir de 1824 eram originários.
Origem da agenda: demanda do governo do RS.
Motivo: divulgar o RS em função do bicentenário da imigração germânica, buscando aprofundar processos de cooperação nas áreas econômicas, culturais, ensino e pesquisa, dentre outras.

Stihl:
Local: Waiblingen
O que é: empresa de ferramentas motorizadas de origem alemã com forte presença no estado do RS.
Origem da agenda: convite da empresa.
Motivo: discutir possibilidades de novos investimentos no RS.

Fraport:
Local: Hamburgo
O que é: empresa alemã concessionária do aeroporto Salgado Filho.
Origem da agenda: convite da empresa.
Motivo: discutir possibilidades de ações conjuntas, visando aumento do número de voos de passageiros e de cargas no aeroporto de Porto Alegre. Debater oportunidades de ampliação das atividades da companhia no estado.

Nordex:
Local: Hamburgo
O que é: uma das principais empresas mundiais do setor de energia eólica.
Origem da agenda: convite da empresa.
Motivo: discutir possibilidades para o desenvolvimento de projetos no estado do RS.

Feira Industrial de Hannover:
Local: Hannover
O que é: maior feira de inovação industrial do mundo.
Origem da agenda: convite Fiergs/CNI.
Motivo: apresentar, durante o Fórum Brasil – Alemanha, o projeto gaúcho para transição energética.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Leia o artigo inteiro

Do Twitter